Postado em 29 de Novembro às 08h34

Homenagem aos que se foram

Inspiração (2)

Completando um ano da tragédia que assolou Chapecó, artistas se reúnem em torno da Arena Condá para eternizar uma homenagem ao time.

No dia 29 de novembro de 2016, Chapecó amanheceu de luto. A aeronave que transportava a delegação da Associação Chapecoense de Futebol à Colômbia sofreu um acidente e, das 77 pessoas a bordo, apenas seis foram resgatadas com vida. Equipe técnica, empresários, conselheiros convidados e imprensa local viajavam juntos para o jogo contra o Atlético Nacional de Medellín, pela final da Copa Sul-Americana.

A cidade, a nação e o mundo inteiro choraram a tragédia, e agora, um ano depois, o sentimento é de saudade.

Tomado pelo emoção e a ligação com o esporte, o artista plástico Paulo Consentino veio com sua equipe a Chapecó para presentear a cidade com uma linda homenagem. Em uma das laterais da Arena Condá é possível ver um enorme mural tomando forma, onde está sendo pintado os rostos dos jogadores que disputariam a partida que nunca aconteceu. “O contato foi bilateral. A Chapecoense me procurou e eu os procurei. Quando houve o acidente, como torcedor e amante do futebol, aquilo me afetou demais. Acredito que todas as pessoas que têm envolvimento com o esporte se sentiram da mesma maneira”, emociona-se Paulo.

O artista viaja o mundo inteiro “pintando o futebol”. Um de seus trabalhos foi o mural para o centenário do Santos Futebol Clube. Atualmente residindo em Barcelona, Espanha, não deixou de sentir o pesar pela Chapecoense, mesmo de longe. “Quando entrei em contato com meu amigo Vitor Hugo (chefe do departamento de desempenho da Chapecoense, que não havia viajado naquele dia), ele comentou que, antes do acidente, a Chape queria fazer comigo o que tinha feito para o Santos. E por todo o meu envolvimento com o Santos, quando descobri que o Neto era um dos sobreviventes do acidente (o zagueiro Neto passou pelo Santos entre 2013 e 2014), fiz um muro dele, em Barcelona. Isso acabou recebendo uma divulgação e chegou até a Chapecoense, onde iniciamos um diálogo para fazer um trabalho aqui”, conta.

A partir de então, uma mobilização de agenda e patrocínio se iniciou para que a obra acontecesse. “Este projeto é uma parceria com a Prefeitura de Chapecó, a Chapecoense e conta com o patrocínio das Tintas Coral, portanto não terá custo algum ao município ou o Clube. É o nosso presente para os chapecoenses”, salienta Consentino.

Um gol para a eternidade

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde Um gol para a eternidade No entender do artista, a trajetória da Chapecoense já merece um destaque. Por isso, o conceito do mural não é falar de uma...

No entender do artista, a trajetória da Chapecoense já merece um destaque. Por isso, o conceito do mural não é falar de uma tragédia, mas de uma vitória. Expressar a esperança, o renascimento, a sobrevivência do time e a acolhida da cidade, bem como a torcida do Brasil inteiro. “A gente sempre busca uma história que tenha uma distinção. E a Chapecoense tem tudo: grandes personagens, um grande clube, um grande momento, uma grande torcida e uma grande história”, afirma.

Por isso, a arte vem representar o que não pode ser proferido em palavras. Intitulado “Um Gol para a Eternidade”, a obra retrata os rostos dos atletas relacionados para o jogo que ocorreria no dia 30 de novembro de 2016. “Vamos pintar aquele gol que nunca aconteceu pelo título, mas estará plasmado aqui, junto da torcida, em direção ao campo, tudo voltado para a Arena. Tem toda um conceito de como representar isso”.

Ciente da responsabilidade que carrega, Consentino busca a preservação da memória do esporte através da arte. “Uso o street art para reverenciar o esporte que eu amo, para perpetuar a recordação de grandes feitos do futebol. E o futebol, como a arte, une as pessoas. E esse é um trabalho de união. Estou honrado em estar aqui, neste momento, e emocionado com a recepção das pessoas”, relata.

Sentimento compartilhado pela sua equipe. As mãos dos artistas Simone Anjos, Ricardo “Rim” Chiaradia e Luma Assis também ajudam a dar vida ao grande muro da Arena Condá. “Acompanho o Paulo há seis anos e este mural tem uma carga emocional ainda maior. Temos muito cuidado e respeito por isso. É um desafio, não só pela emoção, mas pelo tamanho. É um trabalho grande, complexo e delicado”, explica Simone.

A trupe de artistas está hospedada no Holiday & Business Hotel, localizado próximo da Arena Condá, e destaca o acolhimento dos chapecoenses. “Estamos impressionados com todo o carinho e respeito que recebemos por onde passamos. No hotel, nas ruas, na cidade inteira”, encanta-se o grupo.

A saudade eternizada na memória

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde A saudade eternizada na memória No dia 11 de novembro, em um evento fechado, cada família dos falecidos no acidente recebeu um quadro como parte de uma homenagem. O artista...

No dia 11 de novembro, em um evento fechado, cada família dos falecidos no acidente recebeu um quadro como parte de uma homenagem. O artista chapecoense Digo Cardoso desenvolveu as obras, que agora serão replicadas por todo o muro do estacionamento do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, ao lado da Arena Condá. Uma honra e uma responsabilidade enormes, salienta o artista. “Poder fazer parte dessa história, presenteando as famílias e tentar, de uma forma, levar uma cor a eles, é uma verdadeira honra. É uma pena que precise existir sacrifícios para que os exemplos surjam, mas Medellín e o mundo inteiro nos deram exemplos de solidariedade como herança desta fatalidade”, ressalta Digo.

Para o Prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, neste momento, em que se completa um ano, é feita uma retrospectiva. “Estávamos em profunda tristeza, um vazio muito grande. E hoje ele acabou ‘cambiando’, como dizem os colombianos, para um sentimento de recuperação, celebração da vida e a verdadeira definição da palavra ‘resiliência’”, diz Buligon, com a voz embargada.

Muito mais que a reconstrução de um time, são as reconstruções das vidas dos que ficaram. Da dor à saudade e, assim como Chapecó chorou junta, agora se abraça mutuamente para garantir que nossos heróis jamais serão esquecidos.

 

*Reportagem e fotos: Carol Bonamigo

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde - Prefeito Luciano Buligon com os artistas Paulo Consentino e Digo Cardoso.
Prefeito Luciano Buligon com os artistas Paulo Consentino e Digo Cardoso.

Postado em 17 de Novembro às 15h19

Grupo Servioeste realiza visita a Universidades

Negócios (5)

No último mês, o diretor geral do Grupo Servioeste, Doacyr Balbinot, e o diretor comercial Deivid de Oliveira, fizeram uma visita à Reitoria da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Na ocasião, foram tratados assuntos importantes sobre tecnologia voltada ao meio ambiente, energias limpas e autossustentáveis e parcerias entre a empresa e a instituição de ensino.

O diretor administrativo do Grupo Servioeste da Unidade de Maringá, Jeferson Balbinot, participou de um bate-papo com a turma de mestrado em Tecnologias Limpas e Sustentabilidade Ambiental da Unicesumar.

Servioeste participa de SIPAT no HCM

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde Servioeste participa de SIPAT no HCM A unidade de Maringá do Grupo Servioeste também esteve presente na 18ª SIPAT – Semana Interna de Prevenção de...

A unidade de Maringá do Grupo Servioeste também esteve presente na 18ª SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho do Hospital do Câncer de Maringá. O evento aconteceu entre os dias 11 e 15 de setembro e contou com grande participação dos funcionários do hospital.


Postado em 09 de Novembro às 10h07

Grupo Servioeste participa de Seminário de Resíduos Sólidos

Inovação (10)Sustentabilidade (12)

Evento trouxe exemplos de como inovar com resíduos sólidos

Pode parecer pouco, mas separar o lixo corretamente já é uma grande contribuição para o futuro do planeta. A terça-feira (07/11) foi um dia para refletir essa e outras questões que envolvem o meio ambiente e a sustentabilidade, em Chapecó. Durante o 3º Seminário Regional de Resíduos Sólidos, palestras e exposições mostraram que sim, é possível construir um futuro melhor, só depende de nós.

O evento, sediado pela Unochapecó, foi promovido pelo Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó, e contou com profissionais da área ambiental para trazer informações importantes sobre inovação, sustentabilidade e gestão de resíduos sólidos. E o que mais chamou a atenção dos visitantes em geral foi a feira de artesanato e de produtos criados a partir dos materiais recicláveis, uma das principais atrações do evento. O objetivo era mostrar as inovações em mercadorias sustentáveis.

O Grupo Servioeste é membro da coordenação do Fórum e participou do Seminário Regional. Nesta edição, o tema 'Sustentabilidade e Inovação' abordou assuntos como Compostagem Urbana, Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do município, Política Nacional de Resíduos Sólidos e Desenvolvimento Regional e Sustentabilidade.

Além da Servioeste, fazem parte do Fórum as empresas e entidas: Unochapecó, ACIC Chapecó, Amarluz, Arsol, Asmavi, Azeplast, Casan, Fcter, Fibratec, Fundação Aury Luiz Bodanese, Iberê, Instituto Goio-en, Polícia Militar Ambiental, Prefeitura de Chapecó, Associação de Catadores São Francisco, Sindiplasc, Sociedade Amigos de Chapecó, TOS, Unimed Chapecó, Unoesc, Unopar, Verde Vida, OAB de Chapecó e UFFS.


Postado em 31 de Outubro às 16h54

III Seminário Regional de Resíduos Sólidos

Sustentabilidade (12)

Evento irá discutir Sustentabilidade e Inovação

No dia 7 de novembro, acontecerá o terceiro Seminário Regional de Resíduos Sólidos, em Chapecó. O evento, promovido pelo Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó, contará com profissionais da área ambiental para trazer informações importantes sobre inovação, sustentabilidade e gestão de resíduos sólidos.

Fazem parte da programação palestras sobre Compostagem Urbana, Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do município, Política Nacional de Resíduos Sólidos e Desenvolvimento Regional e Sustentabilidade.

O Seminário será realizado no Salão de Atos da Unochapecó, a partir das 14h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da instituição (unochapeco.edu.br/eventos) até o dia 4 de novembro.

O Grupo Servioeste – empresa especializada em coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos de saúde – é membro da coordenação do Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó e estará presente no Seminário Regional para participar do debate.


Postado em 09 de Outubro às 17h11

Outubro Rosa

Saúde (6)

Outubro é reconhecido mundialmente como o mês de combate ao câncer de mama. O movimento Outubro Rosa é utilizado para estimular a prevenção à doença e surgiu em 1990, na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, que acontece até hoje. O nome remete à cor do laço que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e instiga a participação da sociedade.

De acordo com informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Em 2016, o Instituto estima que tenha havido 57.960 casos da doença.

Existem vários tipos de câncer de mama, alguns podendo evoluir mais rapidamente que outros. Quando há o diagnóstico precoce, o prognóstico é bom, por isso a importância em fazer exames regulares.

Para dar cada vez mais apoio às mulheres que passam pelo tratamento da doença, a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) possui unidades em todo o País, realizando exames ginecológicos de diagnóstico do câncer do colo uterino e da mama e também orientando as mulheres de modo geral sobre os cuidados que devem ter com a saúde, quer seja na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis ou na busca de tratamento adequado quando necessário.

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde Além disso, a RFCC conta com voluntários para grupos de apoio e banco de perucas. Na cidade de Chapecó, o Grupo Provim – Programa Viver Melhor ajuda dezenas de...

Além disso, a RFCC conta com voluntários para grupos de apoio e banco de perucas. Na cidade de Chapecó, o Grupo Provim – Programa Viver Melhor ajuda dezenas de mulheres da região a passarem pelos seus tratamentos. Através do Provim, atende atualmente 40 mulheres que sofreram remoção da mama, oferecendo-lhes profissionais de apoio (enfermeira, fisioterapeutas e psicólogas), com palestras educativas, terapias e acompanhamentos médico e psicológico. A intenção é auxiliar, através de um atendimento sensível e empático, as mulheres que passaram pela mastectomia, com relatos das próprias frequentadoras.

A RFCC de Chapecó realiza, em média, 800 exames por mês e ainda faz as análises dos exames das unidades de saúde do município, através do Sistema Único de Saúde – SUS.


Postado em 05 de Outubro às 10h29

Grupo Servioeste participou de evento sobre Desenvolvimento Sustentável

Sustentabilidade (12)

Seminário de Municipalização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foi promovido pelo Comitê Local Nós Podemos Chapecó.

O início desta semana foi marcado pela consciência sustentável, em Chapecó. A agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – que busca dar continuidade ao trabalho dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) e promover um futuro sustentável até 2030 – foi apresentada a entidades, escolas e empresários do município.

O Grupo Servioeste é signatário do movimento e, junto a outras entidades membros, organizou um evento para divulgação destes objetivos. “Nosso intuito é divulgar esses objetivos e mostrar como isso pode ser trabalhado em sala de aula e também dentro das empresas”, explicou a engenheira ambiental da Servioeste, Caroline Beutler.

O evento contou também com palestra do coordenador social da ONG Verde Vida, Odair Balen, e da representante do Comitê Estadual Nós Podemos Santa Catarina, Andreia Amorin. Para demonstrar essas ações na prática, o empresário Nelson Eiji Akimoto, presidente da Nord Eletric, apresentou a sua experiência em sustentabilidade.

O Seminário contou ainda com oficinas de disseminação e aplicação dos ODS.

Sobre a agenda ODS

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde Sobre a agenda ODS Em setembro do ano 2000, a Organização das Nações Unidas (ONU) promoveu a Cúpula do Milênio, na qual os presidentes de 189...

Em setembro do ano 2000, a Organização das Nações Unidas (ONU) promoveu a Cúpula do Milênio, na qual os presidentes de 189 países firmaram um compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), também conhecidos como “8 Jeitos de Mudar o Mundo”. A intenção era tornar o mundo mais sustentável e justo para todos, buscando eliminar a fome e a pobreza extrema de todo o planeta até 2015. No Brasil, até este ano, cerca de 900 municípios tinham algum registro de atividade ODM.

Esse patrimônio mobilizado em prol dos ODM contribuiu para que o Movimento tenha uma base sólida para a nova agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que busca dar continuidade ao trabalho dos ODM. São 17 Objetivos e 169 metas, para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas.

O município de Chapecó-SC participa do Movimento Nacional ODS Nós Podemos Santa Catarina por meio do Comitê Local Nós Podemos Chapecó. A atividade realizada pelo Grupo Servioeste está alinhada aos ODS, pois seu trabalho coopera para a destinação correta de resíduos de saúde, aliando conscientização ambiental, gerenciamento correto de resíduos e preservação do meio ambiente.


Postado em 27 de Setembro às 14h13

Servioeste participa de encontro para formação de Gestores Ambientais

Meio Ambiente (32)

Grupo Servioeste palestra em capacitação no Norte do Paraná.

Aconteceu, na última semana, o 3º Encontro Formativo do Programa Nacional de Formação e Capacitação de Gestores Ambientais (PNC) e o 3º Seminário Regional do Meio Ambiente. Trata-se de uma iniciativa do Governo do Paraná, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, em parceria com Itaipu Binacional e Ministério do Meio Ambiente (MMA).

O evento foi realizado no Instituto Adventista Paranaense, localizado no município de Ivatuba, e na UniCesumar, em Maringá, em data que coincidiu com o Dia da Árvore, motivo pelo qual foram plantadas mudas de espécies arbóreas nativas da região como homenagem.

Segundo o secretário do Meio Ambiente do Estado do Paraná, Antonio Carlos Bonetti, o objetivo foi a aproximação entre as entidades estaduais e municipais relacionadas com a área ambiental. “Pretendemos proporcionar a integração entre os agentes municipais e os técnicos do Sistema Estadual do Meio Ambiente, para que, ao final da capacitação, estes agentes se sintam seguros e apoiados para desenvolver a gestão ambiental em âmbito local, considerando a criação e o fortalecimento de instâncias como o órgão ambiental municipal, o conselho e o fundo municipal de meio ambiente”, esclareceu Bonetti.

Servioeste - Soluções Ambientais para Resíduos de Saúde Temas como Programa Integrado de Conservação do Solo e Água do Paraná – PROSOLO; Cadastro Ambiental Rural (CAR); Elaboração de Projetos e...

Temas como Programa Integrado de Conservação do Solo e Água do Paraná – PROSOLO; Cadastro Ambiental Rural (CAR); Elaboração de Projetos e Captação de Recursos; Mudanças Climáticas, Meteorologia e Defesa Civil e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS’s) foram alguns dos assuntos abordados no seminário.

O Grupo Servioeste participou do PNC, levando informações sobre o trabalho da empresa aos gestores ambientais. Além de referência nacional na coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos de saúde, a Servioeste ainda possui uma equipe técnica multidisciplinar para desenvolver projetos ambientais, criar planos de gerenciamento de resíduos e dar todo tipo de assessoria ambiental às empresas. “Para a Servioeste, poder participar de eventos dessa natureza é ter a certeza que teremos gestores ambientais públicos de alta qualidade. É um prazer poder partilhar um pouco do conhecimento prático do nosso Grupo com os colegas gestores”, afirmou o diretor administrativo do Grupo Servioeste da Unidade de Maringá, Jeferson Balbinot.

O primeiro encontro formativo do PNC foi destinado aos municípios da região Oeste do Paraná, em Foz do Iguaçu. Posteriormente, as regiões Centro-Sul e Sudoeste foram contempladas com evento realizado em Guarapuava. Com esta edição em Maringá, a região Norte fica atendida. Curitiba foi a cidade escolhida para o encerramento do programa, nos dias 28 e 29 deste mês, englobando as regiões Sul e Sudeste.

 

*Fotos: Divulgação | Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Paraná